E-mail: Senha:

Tabela de Honorários IBRAENG - 2013-2014

Imprimir

Tabela Referencial Para Elaboração de Orçamentos Para Propostas de Honorários Profissionais


 (Conforme o Regulamento de Honorários IBRAENG 2013-2014)
SímboloClassificação

 Valor

ALDAuditor Líder195,10
AMBAuditor Membro146,80
PRTPerito97,55

(Última atualização: novembro de 2013).

 

AUDITOR LÍDER (ALD): Engenheiro, Agrônomo ou Arquiteto, com no mínimo dez anos de experiência profissional, que tenha participado de três ou mais auditorias de Engenharia ou tenha concluído curso de Auditoria de Engenharia ministrado por entidades do sistema de ensino superior (em nível de pós-graduação), ou concluído cursos de Auditoria de Engenharia ministrados por institutos ou associações profissionais especializadas em Auditoria de Engenharia (em nível de extensão ou aperfeiçoamento) com carga horária mínima de 80 horas-aula.
 

 

AUDITOR MEMBRO (AMB): Engenheiro, Agrônomo ou Arquiteto, com no mínimo cinco anos de experiência profissional, que tenha participado de uma ou mais auditorias de engenharia ou tenha concluído curso de auditoria de engenharia ministrado por entidades do sistema de ensino superior (em nível de pós-graduação), ou concluído cursos de Auditoria de Engenharia ministrados por institutos ou associações profissionais de auditoria de engenharia (em nível de extensão ou aperfeiçoamento) com carga horária mínima de 40 horas-aula.
 

 

PERITO (PRT): Profissional de Engenharia ou Arquitetura, de nível superior, com formação compatível com uma ou mais áreas-objeto da auditoria que será ou está sendo realizada, com experiência profissional de pelo menos cinco anos, mesmo que não tenha concluído cursos de Auditoria de Engenharia. Este profissional poderá contribuir com seu conhecimento para as conclusões de uma auditoria. O perito na tabela do IBRAENG não corresponde necessariamente ao perito judicial, mas a um especialista ou consultor em determinada área que auxiliará os auditores em suas análises. 

 

Nota: para propostas de honorários em perícias judiciais onde as análises a serem realizadas forem essencialmente análises típicas das auditorias de engenharia (por exemplo: análises de conformidade executiva, de conformidade de custos com o mercado, de conformidade contratual, de conformidade com normas ambientais etc.), recomenda-se que os profissionais adotem os valores de horas técnicas de Auditor Líder e Auditor Membro desta tabela, de acordo com a formação de cada profissional, ou adotem o valor de horas técnicas do IBAPE (Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia)regional.

 

CRITÉRIOS PARA DETERMINAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DO VALOR DA HORA TÉCNICA 

 

A Diretoria Executiva do IBRAENG atualizará periodicamente os valores hora técnica para sua tabela de honorários, para fins de referenciar a composição de custos em orçamentos, pelas equações/fórmulas a seguir:

 

AUDITOR LÍDER (ALD):

 

HT (ALD) = 0,206 x CUB

 

Onde o CUB é o último Custo Unitário Básico de Edificações (CUB), publicado pelo Sinduscon-CE, referente ao projeto R-8-N, na data de atualização desta tabela. O valor do CUB/Sinduscon-CE R-8-N referente a outubro de 2013 foi de R$ 947,10.

AUDITOR MEMBRO:

 

HT(AMB) = 0,155 x CUB

 

PERITO:

 

HT (PRT) = 0,103 x CUB

 

Observações:  (1) Os valores da tabela não incluem despesas diretas para execução dos serviços, tais como:   transporte, hospedagens, alimentação, cópias, desenhos técnicos, ensaios laboratoriais, fotografias, etc.; (2) Nos valores de horas técnicas da tabela não estão incluídos os tributos devidos.

 

CÁLCULO DE PREÇOS GLOBAIS DE PROPOSTAS TÉCNICAS DE TRABALHOS DE AUDITORIAS DE ENGENHARIA

Os preços globais de propostas de honorários para trabalhos de Auditoria de Engenharia devem ser calculados pelas fórmulas e equações a seguir. 

3.1 No caso de pessoas físicas:  

 

PG = (Ht + Dd)/(1-T)

Onde:

PG = preço global da proposta de honorários  
Ht = valor financeiro correspondente ao total de horas técnicas estimado para o trabalho   
Dd = total das demais despesas diretas
T = tributos      

 

3.2 No caso de pessoas jurídicas: 

 

PG = Dd x K

 

Onde:

PG = preço global da proposta de honorários   
Dd = total da despesas diretas (valor do total de horas técnicas, adicionado ao total das demais despesas diretas)

 

K=[(1+k1)x(1+k2)]/(1-k3) 

 

Onde:

K1 = rateio dos custos da administração central da empresa.
K2 = margem bruta de contribuição da empresa (lucro bruto).
K3 = tributos.

 

Indicadores Atuais

 

MÊS/ANOINCC-FGV 
Média Geral Coluna 6/35
IGPM-FGV 
Coluna 7
IGP-DI-FGV 
Disp Interna Coluna 2
INPC-IBGEIPC-FIPE 
Habitação
CUB-CE 
Residencial R8-N
CUB-CE 
Desonerado R8-N
Dezembro/13564,765/0,10538,370/0,60531,056/0,690/0456,7337/0,56963,50/0,25909,56/1,60